11 de ago de 2014

O Tempo e a Felicidade


Estava em meu quarto escuro, sonhando acordado enquanto jogava meu vídeo-game emulado dos anos 90 no desktop, e discutia sobre felicidade em uma outra janela. Percebi que a felicidade não existe, sim ela não existe, então passei a acreditar em momentos de felicidade. As brechas nesta falta de momentos felizes que causa destruição, traição, perda de lealdade e infidelidade e outras coisas que arruínam o bem estar de muitos.
Lembrei me que estava jogando e não estava em um momento feliz, eu não estava sorrindo e nem animado, me lembrei de quando tinha Cinco anos de idade em um flash de memória, quando eu era um molequinho e ficava jogando esses jogos com meu pai, a gente até chegava a brigar… percebi que o tempo levou isso de mim, cada vez mais meu pai não tinha tempo pra mim, por que eu era a sua responsabilidade e ele tinha que estar sempre trabalhando, e eu ia crescendo e sempre na escola. O tempo passou hoje tenho Vinte anos e agora jogo sozinho meu pai envelheceu um pouco e a cabeça mudou, raramente agente joga uma partida juntos.
Outra coisa que se foi, a minha primeira namorada, a primeira que realmente contou como alguém na minha vida a dona Matos, eu embruteci com uma pessoa que amava demais, eram momentos de muita felicidade, mas quando estes mesmos acabavam eu só pensava em ir embora conhecer outro alguém, na minha cabeça era a melhor forma, a forma mais egoísta, eu era sim feliz pois os momentos de felicidade eram intensos, não constantes, mas intensos demais, fui embora e percebi que não era tao feliz assim sozinho, deixei na tristeza quem me amava, dei infelicidade como moeda de troca para os momentos bons, dei frieza para pagar os momentos de amor, mesmo assim fui embora, tentei voltar atrás, mas cristais não se colam.
Não contente em ficar só fui arrumar um outro alguém, porem fui intense demais e não retribuído, os momentos de felicidades eram raros que o amor na realidade nunca apareceu, porem aconteceu, tudo sem alma e eu insistia, eu lutei ate onde deu, ate onde consegui, mas como fui embora friamente uma vez, desta vez se despediram friamente de mim…
O que é a felicidade para você? O que foi a felicidade para você, você tem tido momentos de felicidade? E por que não...
Porque não tentar de novo, procurar novos momentos de felicidade...