10 de fev de 2017

Quando...

Quando ela me disse as maldades que seu pai havia investido
Pensei que tinha à conquistado
Pensei vivo dentro do quarto em pleno fingimento.

Ela me disse que já fazia tempo que não sorria,
meados de seu nascimento, Em um, nove, nove e Cinco
Quando eu disse tchau sombras se formaram

Em seu olhar e ela me pergunta se eu volto amanha
E eu disse nem todos voltam querida

Ela me perguntou se pretendia sentir amor por ela
Eu disse olhando em seus olhos
Que um amor talvez surja pela janela

Quando eu disse ate amanha
Em outro dia seu corpo fora encontrado

Quando ela me disse eu nem reparei, mas era o amor que ardia.
Em seu peito a dor que roía.
Quando eu disse adeus