24 de mai de 2016

A Barca Perdida

Estes olhos de lua tão lindos.
Mentiras, Só mentiras que formavam o "EU" depois de tanto trabalho enfim esta porta fecha. Agora apago a luz do meu corpo tão docemente. 
Você ficou assustada, és tão nova mas me salvou do que nem eu imagino, todo dia assim tomo meu café para depois voar livremente. Você me salvou menina e nem me cabe dizer o quanto. Minha pequena mulher, esposa e mãe.
Acorda acordo do seu lado todo dia e escuto todas as musicas mais incríveis e românticas. Pouca grana no bolso, porém muita vontade de de lutar e o meu impulso é seu olhar, seu amor, seu sorriso e muitas vezes quando minha mão escorrega pelos seus dedos.
Qualquer dia mesmo sem asas vamos voar unidos apenas por um pequeno olhar, e sem ao menos notar.