9 de jul de 2015

O Errado

Estamos marciais, queremos ser desejados acima de tudo, isso leva a ganância e a luxúria. Eu não sou um padre. Precisamos ser curiosos e diferentes, sem a busca do desejo e poder, por que acima de tudo a mente se lembra da questão, e esquece o desejo.
Tudo passageiro, quando tudo é passageiro é por que faz parte de nós seres.