25 de mai de 2015

Quanto mais saudade sinto, mais entendo.

Existem pessoas que sabem lidar e simplesmente aceitam a ideia, sim a ideia de que temos que apenas assistir tudo o que gostamos e tudo que achamos que devemos fazer ir embora. Engolindo seco os sentimentos mais puros aflorando assim a mais singela saudade.

Não precisamos ver um espelho, uma foto ou se lembrar de uma data na qual passamos com alguem ou algo, sinceramente o objetivo de uma pessoa muitas vezes se perde no comodismo de nós mesmos. Por hora pareço um tagarela repetindo o que todos estão cansados de ver.

A questão é a reflexão, pense bem olhe ao redor e se pergunte pela ultima vez, mas não se vale a pena e sim se você merece o final feliz depois de tanto. Por mais que seja de plastico as correntes nunca poderemos se livrar sozinhos.