12 de mai de 2015

Outra

Não me recordo mais como era,
Como era o toque da sua mao
O gosto do seu beijo
Nem os movimentos do seu corpo
E nem de como era fazer amor com você
O tempo passou, agora tenho, outras mãos
Outra boca, outra pessoa e outra cama...