31 de out de 2014

Outubro

Salve mãe rainha, que preserva o mar
As vezes Calipso, as vezes a me levar

Em um final de outubro onde vim me banhar
Onde estava vazio e visualizei a me deixar.

onde era tudo, tudo virou nada e assim foi-se
A passar em um leve sopro raso 
acabou outubro, acabou o fim

Venha perante e pergunte a mim,
se temo o que eu fiz ou se fiz o que temo,
eu sinto em breve tenha um fim.

29 de out de 2014

Musica da semana - Me Chama (Lobão)



Chove lá fora
E aqui tá tanto frio
Me dá vontade de saber

Aonde está você?
Me telefona
Me chama! Me chama!
Me chama!

Nem sempre se vê
Lágrima no escuro
Lágrima no escuro
Lágrima!

Tá tudo cinza sem você
Tá tão vazio
E a noite fica
Sem porquê

Aonde está você?
Me telefona
Me chama! Me chama!
Me chama

Nem sempre se vê!
Mágica no absurdo
Mágica no absurdo
Mágica!

Nem sempre se vê!
Lágrima no escuro
Lágrima no escuro
Lágrima!

Nem sempre se vê!
Mágica no absurdo
Mágica no absurdo
Mágica!

Nem sempre se vê!
Lágrima no escuro
Lágrima no escuro
Lágrima!

23 de out de 2014

No Mais... Estou indo embora!


Só você pode me fazer mudar tanto,
Só você menina,
Somente você me fez tanto mal 
Não enxerguei, permiti e aceitei.
Estou partindo pela ultima vez,
Só você pode me impedir, 
O que sinto esta escoando pelo coração,
Assim como a chuva seca, o amor acaba.
Como uma flor mal cuidada este amor sera cortato.
Só você menina...

21 de out de 2014

Balões de Ar

Acabo de ver dois baloes amarrados caindo lentamente em meio as arvores. Como o fim de uma emocionante historia, como o fim de um eterno abraco e muito parecido com o fim de um grande amor. 
Pensaremos por aquele momento em que eles murchavam e caiam lentamente com o contraste do céu cinza da cidade que esta meio frio. Por onde sera que voaram? A que altura e emocoes viveram? Sempre amarrados os baloes em formato de coração, todos roxos.


Meu Grande Amor em 12 horas

Antes de começar o curioso caso do maior amor da minha vida presumo que antes disso não sabia de meus aspectos escondidos, revelados posteriormente dessa noite. Como Desesperantemente jamais a verei novamente, negando assim as buscas. Assim descobri um lado em mim que nego e repreendo, a vigília de um outro grande amor.
Era escuro aquela pequena sala onde treinávamos, assim ela levanta na minha frente com sua pistola me encarando com um olhar indecifrável. -Vamos a praia? Eu lhe pergunto, e já estávamos lá, ela corre em direção a praia, não existia tons coloridos era basicamente tudo cinza, branco e preto sem cores, a praia não ventava é como o baú de Davy Jones, e ela banhava-se e eu logo iria atras.
Apos algum tempo aquela garota branca dos cabelos negros e seus 160 centímetros de altura para inesperadamente na minha frente, que pessoa incrível de grande personalidade, uma mulher rígida, brava e forte, portando uma sensualidade impressionante. Parada a minha frente quase implorando um beijo apenas com o olhar.
todos a desejavam por onde quer que passávamos, ela só tinha olhos para mim, e eu não entendia muito bem, era como se fossemos a mesma pessoa eu sabia o que pensava. Largaria tudo por essa guria que trabalhava comigo. Depois de uma longa noite de amor, voltamos a praia.
Apos o ocorrido acordei, procurei do lado e nada, aquela pessoa que certamente não existe, mas foi o maior amor da minha vida. Se um dia essa pessoa realmente aparacer, com certeza minha vida vai mudar. Sonhar um sonho feliz de amor é sempre positivo. Os sonhos de paixão e amor sempre te dizem que existe o mesmo dentro de ti que ainda não despertou...

11 de out de 2014

It's Not Your Birthday Anymore


Sua voz pode dizer "não"
Mas o coração tem sua vontade própria
Não é mais seu aniversário
Preciso ser cuidadoso com você
E a obrigação de ver você sorrir
E fazer parte agora se foi

Não é mais seu aniversário
Você realmente pensou que nós sentimos
Toda aquela xaropada sentimentalóide
Que nós dissemos?

Isso não pode ser dado
Então isso tem que ser conquistado

Todos os presentes que te deram
Não se comparam de modo algum
Ao amor que estou dando para você

Exatamente aqui e agora, no chão
Todos os presentes que te deram
Não se comparam de modo algum
Ao amor que estou dando para você
Exatamente aqui e agora, no chão

10 de out de 2014

Aquela Casca




Você nunca vai acreditar tanto em mim
Por que você não descobre por si próprio?
Estou doente de coração
É assim que as coisas são
Não desenterre meus erros
Eu sei exatamente quais são eles
E... O que você faz?
Bem... Você só fica sentado aí

Eu tenho sido apunhalado pelas costas
Tantas e tantas vezes
Eu não tenho mais nenhuma pele
Mas é assim que as coisas são

7 de out de 2014

Então me agarre enquanto temos tempo

 Ha um vazio escuro que habita o véu da noite. Em luzes de postes aquelas amarelas, me vejo estranho te abraçando, como se isso não fosse verdade, como se não existisse. O seu perfume me deixa embriagado, enquanto o frio da noite ecoa pela minha pele. Como hoje esta tão fria...
Agora é dia e passo lentamente por aquela ponte onde andamos abraçados e me lembro chegando a sentir o gosto do seu beijo e me perguntando o que aconteceria se nos jogássemos. Como hoje está tão fria.