20 de mai de 2014

Me perdi?

Aonde parei que não me encontro mais? Será que me diferenciei de mim mesmo em... sei lá quando mesmo que fiquei diferente de mim mesmo sei que foi em 2011 mas em que ponto? Parece algo como uma curva ou uma subida, ou uma queda.
Já não estudo mais, não escrevo como antes, nem ao menos me comporto como deveria, como um trem descarrilado ainda andando sobre o chão arenoso, e o que implica é a velocidade, vejo tudo e todos a me passar, me sinto velho, e em um cubo de onde não posso sair. Não como aqueles cubos escuros e coisa e tal, não, algo como uma caixa iluminada com uma janela e udo personalizado ao meu gosto.
Quem amo? O que é amar alguém? Não Consigo fazer escolhas, acho que arrancaram meu chip Xeno, ou meu chip Matrix, ando esse tempo todo bloqueado então.
Dizem que busco a musica perfeita, o sucesso, todas as mulheres que quero, mas o que realmente busco nada mais é que a paz em espirito, poder voltar ao normal, estar com alguém que eu tenha um relacionamento normal, ser focado em algo fixo, pois nunca sei o que quero e nem onde chegar...
E também não sei onde quis chegar com isso tudo, a você, meus pêsames por esse texto mais ou menos... alias eu desculpo você por terem uma vida normal. Até o mais breve possível.
E você que me quer, vem logo por que não posso esperar tanto.