29 de jun de 2017

Das palavras que nunca ouvi

Declaro se para você o que ninguém nunca foi, o que ninguém também nunca ousou ser pra mim. Declaro mudar completamente o que precisa ser mudado, aceitando cada momento e espaço no seu peito. Prometendo ser o autor de cada orgasmo inusitado. Estando do seu lado perpetuamente para o bem e mau, sendo cúmplice de cada brincadeira boba e de cada momento sério. Ser rei e rainha, tentando ser sempre o seu tudo e evitando ser comparado novamente com o nada. Declaro também dividir a narração da nossa história. Me comprometo a comemorar a cada vitória independente das partes, me comprometendo também a estar nos momentos difíceis e ser seu ombro nos momentos de lágrimas, e logo após a secar. Nos momentos íntimos te agarrar em cada olhada desconfiada e provar na cama o quanto você é única na minha vida. Me comprometo a acordar do seu lado e também colocar o lixo pra fora quando pedir. Declaro também te repreender quando estiver errada, pois nem tudo é flores e sabemos disso. Prometo também a ir te ver quando estiver triste, atravessando qualquer barreira para te colocar um sorriso, tirar fotos dos nossos momentos. Mas tudo isso só falar sentido se você também for o mesmo para mim, de igual para igual.