30 de jul de 2014

As companhias do Mundo Restrito

O que procuramos a noite em mentes vazias, em bocas vazias... a azia da alma, a falta de companhia, a procura em beijos secos sem sentidos, em abraços apertadamente sufocantes, em incompetência de contato de espirito. Nada nesse mundo sacia essa saudade essa solidão.
Aqueles momentos em que nos sentimos completos por instantes mas, e só pensar na pessoa que já esteve do nosso lado, sim você tem alguém sim que sente falta, não importa quem esteja do seu lado ainda resta um vazio... a saudade não e uma felicidade morta, é caminhar de certa forma sozinho, porém não completamente vazio.


28 de jul de 2014

Entorpecido

Se não é vontade da sua presença o que sera então essa saudade?


24 de jul de 2014

Musica da Semana Telefone - Tim Maia



Eu bem que te avisei, pra não levar a sério
O nosso caso de amor, eu sempre fui sincero e você sabe muito bem
Eu bem que te avisei pra não levar a sério
O nosso caso de amor, eu sempre fui sincero e você sabe muito bem
Eu não te prometi nada 
Não venha me cobrar por esse amor
Pois esse sentimento eu não tenho pra te dar

Sinto muito em te dizer, vê se tenta esquecer
Os momentos que passamos que juntinhos nos amamos
Leve um beijo e adeus...

14 de jul de 2014

A vez de Ícaro

Ícaro morava no céu há tempos, viva sempre la no alto com suas asas, sempre voava a noite e de dia voltava a Creta, a noite tinha visão para a linda lua que um dia já havia o encantado por noites a fio.
Um dia ícaro Conheceu o Sol, se perdendo no céu e esquecendo as horas, o sol o chamava de tao lindo e bonito com sua luz, ainda no céu com suas asas artificiais ele se aproximara mais e mais do sol, por sua vez o calor como um estalo derreteu a cera e a queda de Ícaro do céu foi longa e dolorida, então ele se encontrou perdido no mar, onde não sabia nadar nem boiar, o mar começa a afoga-lo.
Ícaro assim aprende a nadar, onde chega na costa com o que sobrou de suas asas, se vendo tao iludido e arrependido, ícaro começa então a consertar as suas asas para voltar para o céu, prometendo não se iludir mais com o sol para nunca mais cair nesse mar assassino e frio.



11 de jul de 2014

Sabe

Sabe nega... Estes tempos estão sendo estranhos sem você, uma lembrança a cada gesto, frase e lugar, sempre meus sorrisos se vai às lembranças...
Por falar em lembranças, as mesmas que me consomem cada vez mais, nos pequenos detalhes nos mais simples, deixam claro mais e mais a sua perfeição e como eu era ausente e infiel, tudo o que você tinha e um pouco mais você investiu no nosso amor, o que me sobra hoje um sorriso atravessado de mulheres estranhas tentando ter da minha pessoa o amor que tinha oculto dentro de mim reservado a você.
É difícil começar a pensar em um fim por isso o meu silencio, minha agonia que não podia te contar, era estranho estar enfiando uma faca no amor que tentava esconder, você me ensinou o que era amor, e eu te ensinei como a pior espécie de homem age, não gosto de pensar naquela historia triste de que tudo acaba sempre... Sempre acaba!


Palavras perdidas

Na minha cama se fez perdida
Na minha vida se fez tudo
Na minha ausência foi infeliz 
Na minha falta se fez igual

Na tua cama nunca cheguei
Na tua vida me infiltrei 
Na tua ausência quase fui forte
Na tua falta me fiz perdido 

Em nossa cama seria a continuação 
Em nossa vida seriamos, apenas
Em nossa ausência nada restava
Em separação estaríamos perdidos

Ganhei

Remorso, arrependimento, tristeza, insegurança, porquês, culpa, peso, está queimando, desejo alma, sonho, lembranças e até inseguranças.


6 de jul de 2014

Hoje Sonhei que Realmente Amava

Porque existe esperança em meu sub consciente, ainda não aceito tudo que fiz. Um mar de rosas não apagaria o aroma do esgoto que criei em nos dois, sera que eu sei amar? Sera que realmente me amaras.
Também me lembro dessa noite em que mesmo no frio estávamos sentindo calor, seus bracos faziam parte novamente de mim, mas outra mentira da minha mente.
Arrependimentos, tristeza, e o que andamos colhendo, um por bem outro por mal, temos que continuar a nossa historia. quanto tempo se passou desde a ultima?
E esse silencio em mim, um silencio estranho... Eu que sempre gostei de falar e gritar, o que é amar? Escuto você, chamar meu nome com seu coração sempre que estou em casa, e ai me sinto estranho por achar que não estou onde deveria, eu queria estar ai.

Erros


Se você abre uma porta, você pode ou não entrar em uma nova sala. Você pode não entrar e ficar observando a vida. Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo: nesta sala vive-se ! Mas, também, tem um preço... São inúmeras outras portas que você descobre. Às vezes curte-se mil e uma. O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta. A vida não é rigorosa, ela propicia erros e acertos. Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende. Não existe a segurança do acerto eterno. A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobre-se tantas outras portas. E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas. Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas. Mas a vida também pode ser dura e severa. Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente. É a repetição perante a criação, é a monotonia monocromática perante a multiplicidade das cores, é a estagnação da vida... Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!