17 de fev de 2014

O mestre Seguinte

E as sementes, que plantei na velha escola, e hoje sujam meu nome bem na minha cara, e onde espalham outras sementes a noite, e agora fazem bem o meu lado, eu quero ir para casa, não quero ver isso.